junho 2020 ao Microscópio

45 graus na sibéria, 38 no alentejo, o verão chegou, sem festivais, o circo continua na companhia do XXI Governo, os transportes cada vez mais cheios, o desemprego e as queixas de abusos de condições de trabalho aumentam mais que a temperatura, os fascistas continuam preocupados com o ensino de ciência e direitos humanos na televisão, desfilam em Lisboa e fazem saudações ultrapassando as linhas da constituição…

o crescimento do Chinialismo

um só partido, zero respeito pelos direitos humanos.

a fábrica de sonhos do mundo,

o china dream,

o controlo na EDP, fidelidade, REN, and so on and so on,

os vistos gold,

a implosão do capitalismo nos estados unidos e europa

a falta de habitação social no Porto

o sistema, sistematicamente, falha. falha primeiro em identificar os problemas.

depois falha ao criar soluções como o Porto sem sentido financiando os vampiros do Alojamento Local, em vez de utilizar o dinheiro para resolver os problemas reais.

o resultado é a estagnação da habitação social,  o resultado é despejos ilegais, bastonadas na cabeça, gás lacrimogéneo, e agressões a jornalistas.

extinction or rebellion ?

ao Microscópio

a nossa análise diária, o que quase ficou por dizer

o mundo pós-covid …

a desconexão entre as pessoas e o estado

A democracia é vista como a forma de governar que melhor serve as pessoas e mais contribui para o progresso da sociedade. Embora a democracia apresente claras vantagens em relação a outros sistemas que se provaram destruidores para a sociedade, para a democracia funcionar é necessário uma conjunção de fatores: um processo de eleição transparente, cidadãos bem informados, com pensamento crítico desenvolvido e constantemente estimulado.

Tempo de leitura: 14 minutos 

uma incubadora e promotora do ativismo, criamos estratégias e campanhas para atrair as pessoas ao ativismo.

uma plataforma de ativismo que promove iniciativas para um mundo mais sustentável.

o capitalismo à lá Americana implode

O mundo como o conhecemos foi liderado pelos Estados Unidos da América durante os últimos quase 100 anos. Mais precisamente, pelas empresas que controlam o congresso dos EUA, nomeadamente os Bancos e mais recentemente as grandes empresas tecnológicas como a Google, a Amazon e o Facebook.

Os bancos armazenam o capital sob a forma de dinheiro e imóveis mas também sendo os proprietários de empresas e grupos de empresas. Os bancos detêm estes grupos que controlam os bens de primeira necessidade desde a comida, a água, ao papel higiénico, bem como os jornais, os canais de televisão, os filmes, a música, estendendo o seu controlo até às dívidas soberanas dos países, através da sua compra, e claro, da sua avaliação.

Tempo de leitura: 10 minutos 

art by STRA

o mundo pós covid :

junho 2020 no Porto

saúde mental – a nova pandemia

Nos últimos dois meses temos vivido num espaço mais restrito, com menos contacto humano do que estávamos habituados, sobre as imposições de uma espécie de Fascismo sanitário que foi decretado pela maioria dos governos. 

Para além disso estamos assustadas no presente, com medo do futuro. As expetativas e planos que tínhamos, foram na maioria cancelados a curto, médio, e talvez a longo prazo.

Este e outros factores estão a gerar diferentes tipos de perturbações a nível mental.

O debate parlamentar e porque não gosto de circo

segunda, 22 Junho 2020 ao Microscópio

o que é revolução?

re·vo·lu·ção

[Figurado] Revolta, sublevação.

Mudança brusca e violenta na estrutura económica, social ou política de um Estado.

Reforma, transformação, mudança completa.

Perturbação moral, indignação, agitação.

Náusea, repulsa, nojo.

Modificação em qualquer ramo do conhecimento ou pensamento (ex.: revolução literária).

[Astronomia] Marcha circular dos corpos celestes no espaço.  Período de tempo que eles empregam em percorrer a sua órbita.

[Geometria] Movimento suposto de um plano em volta de um dos seus lados, para gerar um sólido.

extinction or rebellion ?

precisamos de muitas revoluções

24 dias sem parar nos estados unidos

ya’ll are the looters

seattle

244 dias de protestos no Líbano

na Europa também

paris está a escalar

Na Polónia começam a aquecer as manifestações contra o fascista que está no poder.

Glasgow e Paris com manifestações pró refugiados

a extinction rebellion é uma das organizações que mais tem contribuído para a comunidade nos últimos anos, esta semana organizaram uma caminhada ao longo do caminho do HS2, um projeto do governo para aumentar a rapidez da ferrovia entre bristol e londres em 10%, a concretizar-se será o trajeto de comboio mais caro do mundo.

 

a revolução em Portugal

a luta contra os despejos continua,

depois do despejo ilegal que aconteceu em Arroios, e que vai dar abertura de processos à atuação da policia, câmara, empresa de segurança, e a empresa proprietária do prédio,

chega mais um caso, o Diego, foi ameaçado fisicamente, cortaram-lhe a eletricidade, organizou-se um movimento rápido nas redes sociais, que levou mais de 30 pessoas ao local e o despejo não aconteceu.

OS DESPEJOS ESTÃO PROIBIDOS,

continuem a reportar ilegalidades

e consultem o guia do direito à habitação da habita:

 Em 2018 havia cerca de 3.500 pessoas sem casa, com as medidas do Covid e segundo o que nos chegar de instituições pelo país este número facilmente estará agora no dobro, ainda assim com os milhões que são repetidamente enterrados em maus negócios, na TAP, no aeroporto do montijo, no novo banco, nos descontentes do BES criar habitação social e planos de reinserção para 7.000 pessoas seria assim um acto do outro mundo?

  agenda   revolucionária

domingo, 28 junho, Lisboa

domingo, 28 junho, Lisboa

uma revolução na política

Os protestos não são apenas contra o racismo, estão a focar-se na resolução dos problemas estruturais que a sociedade enfrenta. 

Está em causa o investimento desenfreado na polícia, em armamento anti terrorista que apenas é usado no próprio povo.

Está em causa o sistema Judicial, que discrimina pela cor. Quando um branco comete o mesmo crime que um negro recebe tratamento diferente desde o momento da suspeita, da captura à pena que também é diferente tal como são as repercussões depois de sair da prisão.

A discriminação contra minorias por parte da polícia e do sistema judicial leva muitas pessoas a chamar este sistema de escravidão sistemática.

uma revolução no jornalismo

sem jornalismo para informar as pessoas, ficamos cada vez mais burrxs,

ligamos a tv em nossa casa e somxs conspurcadxs pelos big brothers

os grandes canais de informação são todos empresas cujo único objetivo é o lucro e uma população com menos pensamento critico

durante o covid não conseguiram selecionar informação,  e empurraram as pessoas para o confinamento, uma medida que está mais que provada ter sido ineficaz na forma como foi aplicada. 

está visto que o jornalismo do lucro não nos serve,

aproveita para seguir e apoiar publicações independentes,

uma revolução no racismo estrutural

o racismo em portugal está em todo o lado, é preciso ser racista ou hipócrita para dizer que não existe, falamos sobre isso aqui e aqui.

Agora, a besta do Chega está a organizar uma manifestação nazi em conjunto com o movimento zero.

já foi solicitado que os seus adeptos não se cumprimentem com a salva nazi mas diz para irem preparados para confrontos com a esquerda radical.

recomendamos às pessoas de bom senso que se mantenham longe destas bestas, e os deixem arrastar os seus cérebros secos pelas ruas, enquanto se contêm para não fazer as suas saudações.

precisamos uma revolução nas atitudes,

comportamentos mais sustentáveis,

uma revolução na saúde

uma revolução na educação

and so on, and so on, and so on

 

o que veio á rede

a política está a mudar, os barrigudos de 50 anos estão a perder

as mães na prisão…

assim vale a pena ter televisão :

as banhadas da semana

a ema perguntou quantos buracos tem uma palhinha e acabámos aqui :

o Microscópio voltará…

 

o ativismo está a ganhar, somos cada vez mais. 

as reuniões no discord continuam, os projetos passam as dezenas, os contribuidores passam as dezenas, o alcance é cada vez maior, estamos cada vez mais ativxs,

passa pelo discord e junta-te á conversa, vamos crescer juntxs,

até já,

partilha com amigxs

estamos nas redes anti-sociais

Nas "redes-sociais" partilhamos artigos de outras redações, opiniões a quente, alguns mémés, e mastigamos trolls ao pequeno-almoço.

cada vez mais ativxs

junta-te á conversa no discord, por texto ou por vós, podes falar sobre os temas que tens mais conhecimento, e descobrir informação e debater outros temas. clica na imagem e começa a viagem.